Notícias
Confiança dos agricultores tem queda histórica.
quinta-feira, 27 de novembro de 2014

1

O Índice de Confiança do Produtor Rural (ICPRural) e o Índice de Confiança do Produtor de Soja (ICPSoja) referentes a outubro, elaborados pelo AgroFEA, da Faculdade de Economia Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP, apresentaram queda em comparação aos índices divulgados nos mesmo período de 2013 e 2012.

Os índices ficaram em 60,3 e 60,7 pontos, respectivamente. Em relação a outubro do ano passado, as quedas foram de 33% e 47% e seguem abaixo do nível de confiança que é de 100 pontos.

O Relatório Executivo mostra que todos os subíndices que compõem tanto o ICPRural quanto o ICPSoja sofreram queda significativa em comparação com os períodos anteriores. No ICPRural, o subíndice Preço, que mede a expectativa dos produtores com relação aos preços de venda, teve a maior queda e fechou a rodada com baixa de 22% em comparação com julho, marcando 47,4 pontos.

No ICPSoja a queda foi ainda mais brusca, com baixa de 42% fechando com 35,2 pontos. A retomada da produção americana de soja foi apontada, pelos agricultores como principal fator para queda na confiança neste subíndice.

No ICPRural, o subíndice Insumo foi o que sofreu menor queda. De acordo com os coordenadores do estudo, embora o custo dos insumos esteja alto, o risco de queda na produção ao não utilizar defensivos e fertilizantes explica a utilização de insumos mesmo diminuindo a margem de lucro do produtor.

A situação foi semelhante com os produtores de soja, que indicaram queda de 8% no subíndice em comparação com julho deste ano e de 21,2% em comparação com outubro de 2013. “No caso da soja mesmo com o aumento nos custos de insumos e a queda nos preços de venda a maioria dos entrevistados aposta na melhora no curto prazo e não desistiu da cultura”, afirma Roberto Fava Scare, professor da FEARP e um dos coordenadores do índice. Entretanto, de acordo com o relatório, alguns produtores relataram apreensão com as políticas adotadas pelo governo e esperam que o cenário da agricultura brasileira melhore após as eleições.

Metodologia
A medição dos índices, realizada desde 2010 e assumida pela AgroFEA em outubro 2013, é composta por subíndices que abordam quatro tópicos: intenção de compra de insumos, intenção de compra de equipamentos e implementos, avaliação sobre preço do produto cultivado e percepções sobre condições atuais do negócio.

Os dados são apurados em entrevistas telefônicas com base em uma amostra representativa de produtores de soja, milho, cana, café, arroz, citros e algodão em 16 estados brasileiros.

A coleta é realizada entre o primeiro e o último dia útil de cada trimestre e a divulgação é trimestral. A metodologia foi criada pela empresa Uni.Business Estratégia, que realizou o levantamento de 2010 até abril de 2013. A divulgação conta com a parceria do Canal Rural e tem apoio da USP por meio do programa Aprender com Cultura e Extensão.

AgroFEA
Criado em 2010, o AgroFEA visa consolidar as atividades de pesquisa em agronegócios de professores e alunos da Faculdade de Economia Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP. O programa de pesquisa tem como objetivo gerar conhecimentos voltados para a aplicação de modelos de economia, administração e contabilidade que desenvolvam os sistemas agroindustriais (SAGs) e às empresas pertencentes a estes sistemas. Além do ICPRural e ICPSoja, o AgroFEA elabora o Índice de Confiança dos Fornecedores do Setor Sucroenergético.

Fonte: O Popular

quinta-feira, 27 de novembro de 2014