Notícias
IBGE prevê safra 3,2% maior este ano em Goiás
segunda-feira, 15 de setembro de 2014

332

Influenciada principalmente pelo aumento na produção de milho em Goiás, a previsão de agosto para a safra goiana do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) subiu 3,2% em relação à obtida no ano passado e deve totalizar 18,69 milhões de toneladas em 2014. Esse total representa um aumento de 1,1 ponto percentual em relação à estimativa de julho. Os dados foram divulgados ontem e constam do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA).

“Já estamos em fase final de análise em algumas culturas e temos um avanço da produção um pouco acima da nacional. Principalmente esta que é uma área muito importante para a economia goiana”, comenta o pesquisador do IBGE em Goiás, Daniel Ribeiro de Oliveira.

De acordo com Daniel Ribeiro, o bom rendimento é fruto da “utilização de novas tecnologias e pela busca de maiores rendimentos no setor, principalmente em milho e soja”.

Segundo os dados do IBGE, o milho representa 45,7% de toda a plantação goiana. Mas para este ano é esperada uma produção de 8,55 milhões de toneladas, um avanço de 11,2% em relação a 2013.

+O produtor de milho José Oscar Durigan, de Montividiu, conta que a segunda safra terminou na semana passada e foi positiva. “Foi muito boa a safra, em função do clima, que ajudou bastante. Tivemos uma chuva mais igualada e bem equilibrada, o que ajudou positivamente a produção”.

Porém, o preço continua abaixo das expectativas do setor. De acordo com a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), a saca de 60 quilos do milho está cotada, em média, por R$18,50 em Goiás. “Com esse valor, não conseguimos pagar nem o custo da produção. O investimento é alto, mas o retorno, por outro lado, é bem aquém do esperado”, ressalta o produtor José Oscar Durigan.

 Soja

Embora a área plantada de soja tenha crescido em torno de 6,5% em todo o Estado, a colheita será menor este ano. Conforme os dados do IBGE, a safra terá um recuo de -1,4% ante os números de 2013. A soja representa 45,7% de toda a produção em Goiás.

Já a cana-de-açúcar foi um dos destaques positivos do Estado. O cultivo cresceu 4%, em relação ao levantamento anterior com 2,7 milhões de toneladas. “Goiás já está na terceira posição na safra de cana-de-açúcar em todo o País. Só fica atrás de São Paulo, o principal produtor, que detém 54,1% da expectativa de produção, e Minas Gerais”, revela o pesquisador do IBGE em Goiás, Daniel Ribeiro de Oliveira.

Fonte: Portal O Hoje

segunda-feira, 15 de setembro de 2014